AO VIVO
Fechar
© 2022 - Rádio Progresso Todos direitos reservados

PIB do setor agropecuário brasileiro deve crescer 10,9% em 2023, aponta Ipea

Relatório técnico estima altas expressivas nas produções de soja e milho no próximo ano.

Por Rádio Progresso
Postado em 22 de setembro de 2022 às 14:30.00

A projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da agropecuária é de 10,9% para 2023, segundo uma estimativa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). A nota técnica divulgada pela instituição se baseia em uma expectativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) de altas expressivas nas produções de soja e milho.

A previsão é de um avanço de 13,4% na produção vegetal e 2,6%  na produção animal, com destaque para bovinos e suínos. Contudo, os pesquisadores ressaltam que os resultados positivos dependem da realização do plantio e colheita em períodos adequados e da ausência de eventos climáticos graves.

“As primeiras projeções dos modelos climatológicos americanos e europeus indicam uma maior probabilidade de uma La Niña branda na safra 2022-2023, com regimes de chuvas próximos à normalidade a partir da segunda quinzena de outubro, o que representa um cenário favorável para a produção de soja e milho. Todavia, como não é possível antecipar de maneira categórica os problemas climáticos que podem vir a ocorrer, a elevada alta no VA do setor agropecuário está condicionada a esse cenário de normalidade climática para a safra 2022-2023”, complementa o relatório.

Também houve uma revisão das previsões para 2022 por causa de novas informações divulgadas pelo Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A nova estimativa é de que haja uma queda de 1,7% por conta de previsão menor para a produção da cana-de-açúcar, que passou de alta de 19,2% para 3,4%. O café foi o único produto vegetal que contribuiu para aliviar os impactos negativos das revisões de resultados esperados. Para a produção animal, é esperado um crescimento de 4,1%. O bom desempenho de suínos gerou uma revisão de alta para 6,6%.

Fotos:
Fonte: Jovem Pan