AO VIVO
Fechar
© 2022 - Rádio Progresso Todos direitos reservados

Extrema pobreza no Oeste de SC é a maior em 7 anos

Se encontram no Oeste de Santa Catarina um total de 23.260 famílias em extrema pobreza.

Por Rádio Progresso
Postado em 09 de maio de 2022 às 16:15.00

Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

Dados publicados pela Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação do Ministério da Cidadania no início de maio, mostram que a situação da extrema pobreza no Oeste Catarinense é a pior desde dezembro de 2014.

Os dados mais recentes são do mês de fevereiro de 2022, e consideram apenas as famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) que chegam ao cálculo de renda por pessoa que configura o estado de extrema pobreza, e que é atualizado anualmente. Desde novembro de 2021, uma família em que seus membros ganhem até R$ 100 cada por mês é considerada uma família nesta condição econômica.

Se encontram no Oeste de Santa Catarina um total de 23.260 famílias em extrema pobreza. Este é o maior número já registrado desde dezembro de 2014, quando houve um total de 27.326 grupos familiares nesta situação. A divisão da região é feita segundo as diretrizes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que não inclui como Oeste Catarinense as microrregiões de Caçador e Videira desde 2017.

A pandemia de Covid-19, e a crise econômica derivada da emergência sanitária, fez com que o número de famílias em extrema pobreza na região aumentasse 43% entre fevereiro de 2020 e fevereiro de 2022. Os dados também são detalhados pelo que o IBGE denomina de “regiões imediatas”, que no nosso caso são as microrregiões do Oeste Catarinense:

Região Imediata População (2018) Famílias em extrema pobreza

Chapecó                 407.058                 7.827

Concórdia         139.374                 1.735

Joaçaba                 179.006                 2.666

Maravilha         52.388                 942

São Lourenço do Oeste 42.426        1.562

São Miguel do Oeste 165.042         2.850

Xanxerê                 130.737                 5.678

Fonte: Ministério da Cidadania

Calculados os quocientes por região imediata, os resultados apontam que a maior proporção de extrema pobreza do Oeste está na microrregião de Xanxerê, enquanto que a região imediata de Concórdia é a que tem menor incidência por pessoa da condição econômica. Estes são dados muito importantes para a avaliação das propostas socioeconômicas dos candidatos nas eleições deste ano, já que o problema da extrema pobreza é urgente.


Fotos:
Fonte: ClicRDC