AO VIVO
Fechar
© 2021 - Rádio Progresso Todos direitos reservados

SAMU do Oeste Catarinense entra em greve a partir da próxima semana

Por Rádio Progresso
Postado em 14 de setembro de 2021 às 15:34.23

Em assembleia geral Extraordinária dos Trabalhadores e Trabalhadoras do SAMU nesta segunda feira 13 de setembro, deliberam pelo movimento de greve.

Sem solução por parte da empresa OZZ que administra o SAMU no estado, que deixou de cumprir a Convenção Coletiva de Trabalho e a legislação trabalhista, deixando os trabalhadores sem férias, sem pagamento das reposições salarias e sem deposito de FGTS desde 2018. E a entidade sindical por sua vez esgotou todas as tentativas para sanar os problemas enfrentados por estes trabalhadores:

- Reunião com a Direção da Empresa;

- Reunião com o Secretário da Saúde do Estado;

- Reunião com a comissão da Saúde da ALESC;

- Denuncias Ministério do Trabalho e Emprego;

-Denuncia Ministério Público do Trabalho;

- Ação na justiça do Trabalho.

Por hora nada resolveu, o Estado por sua vez, teria toda chance do mundo de ter acabado, com a sacanagem que a OZZ está fazendo com estes trabalhadores, bastando apenas cancelar o contrato, ao invés disso o Estado prorrogou o contrato novamente.

No último dia 09 de setembro, os trabalhadores protestaram por uma hora em frente a base do SAMU, para chamar atenção da sociedade e do Governo do Estado, do descaso da OZZ para com eles. Não deu resultado, a empresa não responde a entidade sindical.

Nesta segunda feira os trabalhadores em Assembleia Geral Extraordinária virtual, decidiram pelo movimento de greve por tempo indeterminado, a partir das 07 horas do dia 17 de setembro (sexta-feira).

“Os trabalhadores e trabalhadoras do SAMU, suportaram e enfrentaram este desrespeito por parte da OZZ até onde puderam, estamos aqui pedindo “resolve Moises”, porque com a greve deste serviço tão essencial, o segundo entre a morte e a vida, faz toda diferença para a população Catarinense em especial Chapeco, Xanxerê e são Miguel do Oeste”. Enfatiza o Presidente da Entidade Fabio Ramos.

Chamamos a atenção da direção da OZZ, pois ainda tem prazo para apresentar proposta do que deve aos trabalhadores até quinta-feira, após isso o movimento grevista que ditará as regras.

Os trabalhadores do SAMU pedem socorro a sociedade e as autoridades governamentais não deixem este serviço parar.

Fotos:
Fonte: Ascom