AO VIVO
Fechar
© 2021 - Rádio Progresso Todos direitos reservados

Casal catarinense que largou tudo para viver viajando acumula 90 mil seguidores no primeiro mês

Carina Amâncio e Wellington Waltrick têm registrado a nova rotina no aplicativo Kwai.

Por Rádio Progresso
Postado em 22 de julho de 2021 às 09:00.00

Foto: Divulgação

A pandemia de coronavírus afetou inúmeros hábitos de pessoas em todo o mundo - e, com a popularização do home office, fez com que mais gente decidisse experimentar o nomadismo, o estilo de vida sem casa fixa, vivido com o pé na estrada. O casal catarinense formado por Carina Amâncio e Wellington Waltrick também decidiu embarcar nessa: em junho, os dois começaram uma nova vida a bordo de um motorhome.

- Planejamos a viagem por dois anos - conta Wellington, que é natural de Lages. - Eu trabalhava como engenheiro em uma indústria de papel, e a Carina [que é de Otacílio Costa] advogou nesse período. Nosso propósito sempre foi aproveitar a viagem, então o plano foi largarmos os empregos formais e fazermos nossas redes sociais crescerem, para que se tornem uma fonte de renda para manutenção da viagem.

O plano de viver de redes sociais começou com a criação do perfil Rotas Recalculadas no Kwai, aplicativo de vídeos curtos que é o principal concorrente do TikTok. Foi um acerto: em menos de um mês, o casal já conta com mais de 90 mil seguidores, e cerca de um milhão de visualizações em seus posts.

- Estamos nos dedicando a criar vídeos mais dinâmicos e divertidos - diz Wellington. - De quebra, ainda relembramos nossa história e tivemos mais pessoas se identificando conosco. Sentimos que esse é o futuro dos produtores de conteúdo e queremos fazer parte disso.

Os próprios Carina e Wellington, que estão juntos desde 2017, também foram inspirados pelas redes sociais.

- Sempre gostamos muito de viajar, mas nunca havíamos cogitado viver viajando ou ter uma motorcasa - ele explica. - Por meio de vídeos na internet começamos a nos interessar por esse estilo de vida. Nossa ideia foi comprar um veículo em 2021, mas mal conseguimos esperar seis meses e logo adquirimos uma ambulância, que batizamos de "Van Bulância", em um leilão. Daí em diante começou a nossa aventura.

O nome Rotas Recalculadas é bastante adequado, principalmente por causa das mudanças de planos que precisaram ser feitas em função da pandemia.

- Alteramos nosso roteiro original devido às fronteiras fechadas, adiamos nossa partida por causa dos surtos da pandemia, mas nunca pensamos em desistir - garante Wellington. - Na realidade, a pandemia nos mostrou que nunca sabemos o dia de amanhã, e que é preciso realizar os sonhos agora, e não daqui a cinco anos ou quando você se aposentar. Assim, com a vacinação em curso, chegou o momento em que decidimos partir, tomando, claro, os devidos cuidados. Viajar de motorhome permite fazer uma viagem mais isolada e ao mesmo tempo conhecer lugares lindos. Então, por que não? Agora, a cada dia recalculamos rotas e nos vemos muito mais realizados.

O casal começou a viagem pelo litoral de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, e pretende seguir em direção ao nordeste brasileiro. A grande meta da viagem é, quando as fronteiras se abrirem, ir do Ushuaia ao Alaska, passando por países como Uruguai e Chile.

Fotos:
Fonte: DC