AO VIVO
Fechar
© 2021 - Rádio Progresso Todos direitos reservados

Ser piloto de avião; conheça a carreira dos sonhos do descansense, André Wermuth

Por Rádio Progresso
Postado em 15 de junho de 2021 às 13:30.00
Ouça:
Ouça a história profissional do piloto, André Luiz Wermuth

Medo de alguns, sonho de outros. O descansense, André Luiz Wermuth há alguns anos tem a profissão de piloto de avião, carreira que desperta a curiosidade de muitas pessoas, pois ao contrário do que algumas pensam, não é uma profissão inacessível.

Conforme ele ser um piloto, não foi um sonho de criança e surgiu ao longo da sua vida, aos 25 anos. Antes de entrar para aviação ele trabalhava com publicidade gráfica.

O processo para abraçar a nova profissão que se tornava um sonho dia após dia, surgiu quando morava em Erechim no RS, ao ouvir as histórias da profissão por um piloto agrícola.

“Ele me falou da profissão dele numa janta e aquilo me deu um estalo na hora, aquilo mudou o rumo da minha vida, eu perguntei muito para ele como fazia, como era a profissão, coisas que hoje as pessoas me perguntam. E a partir desse momento peguei os caminhos com ele, comecei a frequentar o aeroclube, me envolvi cada vez mais pegando aprendizado com pessoas que tinham experiência, e quando abriu um curso teórico lá em Erechim, não pensei duas vezes e larguei tudo o que eu fazia, para me dedicar ao que eu realmente queria no momento que era ser piloto.” Conta Wermuth.


Piloto comercial, André Luiz Wermuth (Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal)


Atualmente André é um piloto comercial multimotor e instrumento, ou seja, pode voar com aeronaves com mais de um motor e operar em situações de visibilidade restrita, sua carga horária gira em torno de 10h à 35h mensais, e sua rotina é estar disponível 24h por sete dias para fazer um voo.

No início seu sonho parecia uma fantasia para sua família, mas com o tempo eles passaram a motivar, apoiar e auxiliar de todas as formas.

“Todos me deram todo o suporte de todas as formas, o piloto tem que ser muito ajudado no começo, com apoio psicológico, motivacional e financeiro. Pois é uma carreira que exige um esforço financeiro grande, todo mundo se doou muito e eu sou muito grato a todos.” Comenta.


Piloto comercial, André Luiz Wermuth (Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal)


De acordo com ele toda viagem traz uma sensação diferente, principalmente em tomar a decisão se dá ou não para voar, devido as mudanças constantes do tempo.

Sobre situações de medo já vivenciada quando estava pilotando, André diz que já passou por uma situação traumática ao pegar uma condição severa de tempo, com chuva forte e granizo, hoje para evitar certos sustos e situações tentam se programar para viajar sempre que o tempo está bom.

Um momento marcante foi em seu primeiro voo ‘quando tirou os pés do chão’ e quando pode voar pela primeira vez operando sozinho sem a companhia do instrutor.

Para quem tem esse sonho, André finaliza que é possível ser piloto e que a profissão é recompensadora, inclusive o município vizinho de São Miguel do Oeste, tem uma escola de formação, que dará as condições iniciais para a carreira de piloto.

Fotos:
Fonte: Rádio Progresso