17/06/2019 14:31 (atualizado em 17/06/2019 14:34)

Vigilância epidemiológica chama atenção para cuidados na proliferação do mosquito aedes aegypti na estação Município de Descanso contabiliza 57 focos

OUVIR ÁUDIO DA MATÉRIA
Coordenadora da vigilância epidemiológica Edilene Lorenski

No mês de maio, que teve uns dias mais frios, a vigilância epidemiológica de Descanso observou uma queda no número de focos do mosquito aedes aegypti encontrados no município.

Mas agora com as temperaturas mais elevadas para a época do ano, conforme a coordenadora do setor Edilene Lorenski, em oito dias já foi possível coletar mais dois focos do mosquito transmissor nas armadilhas.

“Nós estamos hoje com 57 focos, registrando um foco por semana ultimamente, e a gente acredita que o que está contribuindo para a criação dos focos é a falta do frio, pois com ele a gente acredita na diminuição na proliferação do mosquito.” Explicou Edilene.

Coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Descanso Edilene Lorenski (Foto: Daniela Scarioto/Rádio Progresso)

Um item que precisa de atenção também no inverno são as piscinas, de acordo com a coordenadora mesmo não sendo utilizadas nesse período se tornam criadoras de mosquito quando não se têm os devidos cuidados, por isso a importância da aplicação do cloro durante todo o ano.

O terceiro ciclo de visitas realizadas nas residências do perímetro urbano começaram nos últimos dias, nas visitas dos agentes, Edilene orienta a população para que aproveitem a oportunidade para tirar suas dúvidas.

Dengue

De acordo com o último boletim atualizado da Diretoria de Vigilância Epidemiológica do estado (Dive/SC), Santa Catarina tem 987 casos confirmados de dengue.

O município de Descanso teve seu último caso registrado em 2017, Edilene ainda reforça que a população precisa estar ciente que as doenças transmitidas pelo mosquito são graves. Quem passou pela dengue à alguns anos, ainda sente alguns sintomas como cansaço, fraqueza, mal estar e possui o corpo mais debilitado depois da doença.

Veja fotos da matéria

Fonte: Rádio Progresso

Mais notícias