06/06/2019 14:21

Hospital Regional do Oeste de Chapecó está super lotado A nota afirma que o HRO registrou crescente demanda por serviços médico hospitalares, de forma que dos 293 leitos disponíveis

Foto: Arquivo//ClicRDC

O Hospital Regional do Oeste (HRO) está superlotado, conforme nota divulgada pela assessoria de comunicação da unidade de saúde, na manhã desta quinta-feira (6). A taxa de ocupação de leitos superou 100% de sua capacidade técnica em diversos setores.

A nota afirma que o HRO registrou crescente demanda por serviços médico hospitalares, de forma que dos 293 leitos disponíveis, 92,8% estão ocupados. Às maiores demandas está nos setores da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), clínica médica, cirúrgica e obstétrica, cujos setores estão com 100% de sua capacidade ocupada.

Diante do quadro da super demanda, e para manter assistência médico hospitalar, 25 pacientes estão internados no pronto socorro. Eles permanecem neste setor, até que sejam transferidos para outros leitos, quando houver vagas.

O hospital alerta a comunidade que procure atendimento médico hospitalar no HRO, somente em casos de urgência ou emergência. Para casos que forem atendidos no Pronto Socorro e que necessitarem de internamento, há possibilidade caso necessário, que pacientes sejam transferidos a hospitais de apoio na região, conforme recomenda a Central de Regulação de Leitos em Santa Catarina.

Oeste

A regulação do Oeste realiza internações hospitalares em 34 hospitais com total de 1.386 leitos do SUS. Tais unidades abrangem 76 municípios da região do Grande Oeste Catarinense. Caso necessário, a Central de Regulação apontará para onde serão transferidos pacientes.

Dos 950 funcionários, 468 estão lotados diretamente na área de atenção aos pacientes, sendo enfermeiros, técnicos de enfermagem e auxiliares de enfermagem. Diante do quadro de super demanda por atendimentos, estão sendo reforçadas equipes de profissionais no Pronto Socorro, UTI Geral, UTI Neonatal, Centro Obstétrico e Centro Cirúrgico. A medida está sendo tomada prevenindo manutenção, funcionamento e operacionalidade do HRO, buscando evitar colapso no sistema hospitalar devido à super demanda para atendimentos e procedimentos.

Hospital Regional do Oeste

O pronto socorro do HRO é referência em urgência e emergência, ou seja, para casos de alta complexidade, quando do atendimento a vítimas de acidentes de trânsito, e outras demandas complexas. Pacientes que não apresentam grau de risco elevado acabam tendo que aguardar mais tempo para procedimentos.

De acordo com os últimos dados registrados e devidamente classificados via Sistema Manchester, municípios vizinhos a Chapecó também tem enviado pacientes para atendimento eletivo no pronto socorro. A prioridade nos atendimentos é para casos de urgência ou emergência.

Triagem

Todo atendimento no pronto socorro do HRO passa pela triagem de classificação Sistema Manchester. Trata-se do sistema internacional de triagem para pronto socorros ou pronto atendimentos. Cada paciente passa por avaliação, onde o mesmo é classificado e identificado de acordo com seu quadro clínico apresentado. Após avaliação, a identificação ocorre por cores sendo: vermelha (emergência) atendimento imediato; (muito urgente) laranja atendimento em até 10 minutos; (urgente) amarela atendimento em até 60 minutos; (pouco urgente) verde atendimento em até 120 minutos e, cor azul (não urgente) atendimento em até 240 minutos, podendo haver reavaliação e possível reclassificação caso a caso para e tendo novo tempo dimensionado.

Veja fotos da matéria

Fonte: ClicRDC

Mais notícias