30/11/2017 21:31 (atualizado em 01/12/2017 09:09)

Acusado de matar adolescente em Itapiranga deve responder por feminicídio e aborto Vítima de 16 anos estava grávida e este seria o motivo das agressões que culminaram em sua morte

O suspeito de agredir e matar Marciele dos Santos Friedrich, de 16 anos, no dia 14 de novembro, em Linha Aparecida, no interior de Itapiranga, deve responder pelos crimes de feminicídio e aborto. Ele se apresentou à polícia no dia 22 de novembro.

A menor veio a óbito nesta quarta-feira (29). O homem teria agredido a companheira com um pedaço de madeira e a pedradas. Após o crime ele fugiu e a vítima foi encontrada inconsciente caída às margens de uma estrada.

De acordo com o delegado interino de Itapiranga, Eric Rosada, a adolescente estava grávida e teve a gestação interrompida. O Inquérito ainda não foi concluído, no entanto, as investigações apontam que a gravidez seria o principal motivo das agressões.

A jovem foi encontrada com os sinais vitais instáveis, respiração com crepitação, apresentando corte lacerativo profundo acima do olho esquerdo, escoriações nos braços e pernas, além de hematomas no abdômen e no pescoço.

O agressor, que já tem passagens pela polícia, continua detido na Unidade Prisional Avançada (UPA) de São Miguel do Oeste à disposição da Justiça.

Veja fotos da matéria

Fonte: Rádio Progresso

Mais notícias