20/04/2017 12:25 (atualizado em 20/04/2017 12:45)

Avante ‘A’ conquista o título do Tiro ao Alvo nos Jogos Abertos de Tunápolis Competição revelou novos atletas que apreciam o esporte que tem origem na cultura germânica

O Tiro ao Alvo tem origens na cultura germânica. Segundo a história, o início veio com a imigração alemã no Rio Grande do Sul com a conseqüente criação de clubes de Tiro ao Alvo.

Final do Tiro ao Alvo. Foto: Vanduir Matias

Em 1924, durante o centenário da imigração, o Padre Amstadt fez um levantamento de sociedades esportivas da etnia germânica instaladas no RS ao longo de cem anos e encontrou cerca de 60, em um total de 320, dedicadas ao Tiro ao Alvo. Registra-se ainda que, no século XIX, os clubes incluíam praticantes femininos na modalidade.

O Tiro ao Alvo é uma modalidade disputada em todas as edições dos Jogos Abertos de Tunápolis (JATS). Na atual edição, os organizadores registraram também a grande participação das novas gerações que passaram a apreciar a prática do Tiro ao Alvo.

Na noite de quarta-feira (20), na comunidade de Linha Bonita foi realizada a grande final da competição. A equipe do Avante ‘A’, com 642 pontos, foi a grande campeã. Em 2º lugar ficou o Clube Sorast, com 634 pontos. As medalhas do 3º lugar foram para o Avante ‘B’. Pitangueira ficou em 4º lugar.

A entrega da premiação contou com a participação do Presidente da CME, Elói Wink, e do Presidente da Câmara de Vereadores, Arno Muller. Arno, que pratica o esporte há anos, parabenizou a adesão de novos atletas ao Tiro ao Alvo. Muller disse também que não se recorda de uma final com tamanha média de pontuação como a da final desta quarta-feira.

Avante 'A', campeão do Tiro ao Alvo nos JATS. Foto: Vanduir Matias
Avante 'A' e Avante 'B', no Tiro ao Alvo dos JATS. Foto: Vanduir Matias

Veja fotos da matéria

Fonte: Rádio Tunaporã AM

Mais notícias