15/03/2019 08:03

João Rodrigues sofre nova derrota no TSE Na noite de quarta-feira, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou o recurso do pessedista para que fosse validado seu registro de candidato em 2018 - indeferido com base na Lei Ficha Limpa. Todos os ministros acompanharam o voto do relator Admar Gonzaga.

(Foto: Will Shutter / Agência Câmara)

O ex-deputado federal João Rodrigues (PSD) sofreu mais um revés em sua luta para retornar à Câmara dos Deputados. Na noite de quarta-feira, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou o recurso do pessedista para que fosse validado seu registro de candidato em 2018 - indeferido com base na Lei Ficha Limpa. Todos os ministros acompanharam o voto do relator Admar Gonzaga.

A defesa do pessedista vai recorrer da decisão no Supremo Tribunal Federal (STF) para que o registro seja concedido e ele possa assumir o cargo.

Nas urnas, Rodrigues ficou à frente de Ricardo Guidi (PSD) - que exerce mandato discretamente até agora. Talvez o criciumense assuma de vez com essa decisão. Por enquanto, manteve boa parte dos assessores de Rodrigues no gabinete.

Fora da esfera eleitoral, o ex-deputado ainda tenta que o STF ou o Superior Tribunal de Justiça (STJ) aceite a tese de que o crime pelo qual foi condenado - irregularidade na compra de uma retroescavadeira quando prefeito em exercício de Pinhalzinho - estaria prescrito. De qualquer forma, a volta à Câmara parece cada vez mais difícil.

Veja fotos da matéria

Fonte: NSC Total

Mais notícias