10/03/2019 08:52 (atualizado em 10/03/2019 08:55)

Figueira vence o Brusque e assume a liderança do Campeonato Catarinense O próximo jogo do alvinegro será justamente contra o arquirrival, Avaí, no próximo domingo.

Júlio Rusch comemora o segundo gol do Figueira(Foto: Felipe Carneiro/ Diário Catarinense)
O Figueirense segue como único time invicto no Campeonato Catarinense. A vitória por 2 a 0 sobre o Brusque, no estádio Orlando Scarpelli, também garantiu ao furacão do Estreito a liderança provisória da competição, com 26 pontos. Temporária porque o Figueira pode ser ultrapassado pelo maior rival, o Avaí, que joga nesse domingo em Tubarão contra o Hercílio Luz, e precisa vencer para também chegar aos 26 pontos – e passar o alvinegro com uma vitória a mais na tabela.

Faltando seis rodadas para o fim da primeira fase do Campeonato Catarinense, o Figueira vai se consolidando no G-4, cada vez mais perto de garantir a classificação para a próxima etapa e defender o título de 2018. O próximo jogo do alvinegro será justamente contra o arquirrival, Avaí, no domingo, 17 de março, às 16h na Ressacada.

Já o Brusque, que se vencesse iria entrar no G-4, segue na quinta posição na tabela, ainda três pontos atrás do Marcílio Dias, que joga na rodada nesse domingo.

O time do Vale do Itajaí até que tentou, mas não resistiu ao bom primeiro tempo do Figueira, que marcou os dois gols na etapa inicial. No segundo tempo, os dois times não criaram grandes oportunidades, e faltou emoção para os quase 3 mil torcedores que foram até o Scarpelli neste sábado. O próximo jogo da equipe do Vale é contra o Marcílio Dias, no sábado (16), às 18h, em Brusque.

A partida

O jogo começou com o Figueirense pressionado o Brusque. Aos 8 minutos, Willian Popp fez linda jogada e lançou Alípio. De frente para Paulo Sérgio, o camisa 11 do Figueirense finalizou, mas a bola explodiu no rosto do goleiro do Brusque. No minuto seguinte, saiu o gol do alvinegro. Em jogada ensaiada, Júlio Rusch cobrou escanteio rasteiro e, dentro da área, Alípio finalizou. A bola desviou na zaga e matou o goleiro Paulo Sérgio.

O alvinegro seguiu em cima e teve boa chance para ampliar aos 11, mas ninguém completou o escanteio cobrado por Alípio. Aos 17, o Brusque começou a tentar ganhar o campo ofensivo. Sete minutos depois, Maranhão cruzou e Hélio Paraíba por pouco não alcançou o que seria o gol do Brusque.

Como quem não faz, leva, não demorou para o Figueira matar o jogo ainda no primeiro tempo. Em uma linda jogada, onde o alvinegro trocou 15 passes ininterruptos, Júlio Rusch deixou o seu de cabeça após passe também de cabeça temporada. A partir daí, a partida ficou morna e o Figueira só administrou a de Willian Popp. Figueira 2 a 0 no Brusque, com o segundo gol de Júlio Rusch na vantagem no segundo tempo.​

Veja fotos da matéria

Fonte: DC

Mais notícias