09/03/2019 09:20

Serviço de quimioterapia do Hospital Regional de São Miguel do Oeste realiza a primeira alta de tratamento

Mais um marco para o serviço de oncologia do Hospital Regional Terezinha Gaio Basso de São Miguel do Oeste – Instituto Santé. Após sete meses da inauguração do setor de oncologia, ocorreu, na manhã desta sexta-feira, 08, a liberação da paciente Clari Ana Zanetti Bernardi, de 59 anos, residente em São Miguel do Oeste. A primeira alta do tratamento de quimioterapia do serviço foi comemorada pelos familiares e equipe do Hospital Regional.

Os colaboradores e familiares presenciaram o momento especial em que Clari tocou um sino, representando a conclusão do tratamento. Junto ao instrumento, a frase: “Toque este sino três vezes, bem alto. Assim todos vão saber. Meu tratamento foi concluído e esta fase acabou. Vou seguir meu caminho”.

 “Tocar o sino representa muito para mim e sendo a primeira, quero deixar a esperança para os demais pacientes”, declara Clari, acrescentando que o apoio da equipe do Hospital Regional foi muito importante durante o tratamento.

A gerente de enfermagem, Márcia Dreher, lembra que a ação de tocar o sino foi pensada para despertar a esperança nos pacientes. “O câncer assusta ao receber o diagnóstico, mas é uma doença que tem tratamento e isso precisa ser destacado. As pessoas estão aqui em busca da cura que é possível, sim. Veremos muitos outros pacientes tocando o sino”, afirma.

Moringa, a árvore da vida

Também foi entregue a paciente Clari uma muda de moringa, uma planta conhecida como a árvore da vida. Representando a vitória de todos os pacientes que ainda vão receber alta do tratamento, a paciente e seu marido, Camilo Bernardi, plantaram a árvore no pátio do Hospital Regional.

“Foi difícil para a gente, mas superamos”, comenta Bernardi que esteve ao lado da esposa durante o tratamento que iniciou no dia 02 de outubro de 2018.

Veja fotos da matéria

Fonte: ASCOM HR

Mais notícias