27/02/2019 07:51 (atualizado em 27/02/2019 07:58)

Associação Artesanal de Tunápolis comemora 20 anos de perseverança e prosperidade Com um histórico recheado de realizações e de crescimento, a Associação Artesanal mostra porque hoje é uma das mais importantes entidades de Tunápolis.

OUVIR ÁUDIO DA MATÉRIA
Reportagem sobre a história da Associação Artesanal de Tunápolis

Neste mês de fevereiro de 2019, a Associação Artesanal de Tunápolis está comemorando 20 anos de fundação. Uma trajetória regada de perseverança e amor pelo que se faz.

A história da entidade inicia no ano de 1997, através de um curso sobre pequenos negócios dos artesões promovido pelo SEBRAE em parceria com a Prefeitura Municipal de Tunápolis que reuniu 22 pessoas. Após esse curso ocorreu uma exposição dos produtos confeccionados pelos artesões.

No ano de 1998 as pessoas que haviam participado daquele curso também, em grupo participaram da 4º EFACITUS, e ainda naquela época da EFACIC de Pinhalzinho.

No mesmo ano, foi realizada uma viagem de conhecimento para Gramado e Canela, lugar de muitas amostras artesanais.

Depois de tudo isso, finalmente, no dia 12 de fevereiro de 1999, foi fundada a Associação artesanal de Tunápolis. Na época a Prefeitura Municipal cedeu uma sala para ser usada como ponto de exposição e comercialização do artesanato.

Mais tarde, devido ao espaço ser pequeno ocorreu a necessidade de ser alugado um ponto comercial, que estava situado no antigo escritório da Madeireira Bamberg. Na época, todos os custos de aluguel, água e luz foram custeados pela associação.

Atual quadro de sócios da Associação Artesanal. Foto: Vanduir Matias/Tunaporã

Como o grupo era determinado e unido, passado algum tempo com grande quantidade de sócios e a necessidade de arrecadar fundos para o sonho da construção da sede própria, os sócios chegaram a um acordo, onde iriam alugar um espaço amplo para realização de: café colonial, jantas e a comercialização dos produtos dos associados. Contando mais uma vez com o apoio do então Prefeito Bertilo Wieggers, e do vice Vasco Werlang, que sempre foram grandes apoiadores do grupo, foi possível alugar uma sala onde hoje é o Centro Comercial “Chadima”.

No dia 28 de agosto de 1999, a associação recebeu uma subvenção social do então governador Espiridião Amin para serem iniciados os trabalhos da construção da sede própria. Ao longo dos anos a associação também recebeu subvenções sociais do Deputado Afonso Spaniol, dos prefeitos Arno Mueller e Enoí Scherer, em seus respectivos mandatos, para manutenção e reformas da sede.

Em junho de 2000, iniciaram-se as obras da construção da sede própria, com o dinheiro vindo de subvenções sociais e de recursos próprios oriundos de jantas, cafés coloniais e almoços, organizados por membros da entidade.

Maria Helena Berwanger (centro) com duas sócias atuantes. Foto: Vanduir Matias/Tunaporã

Um dos mais importantes eventos da sociedade Tunapolitana, o Baile com Escolha da Rainha e Princesas do município, teve a sua primeira edição organizado pela Associação Artesanal. A cerimônia aconteceu no dia 26 de fevereiro do ano de 2000. Daquele evento participaram várias candidata, tendo uma representante de cada comunidade e da sede, que foram convidadas pela diretoria da Associação que buscou junto aos lojistas o patrocínio para os vestidos e o salão de beleza.

A faixa e as coroas das ganhadoras foram confeccionadas por membros da Associação. Naquela edição as candidatas eleitas foram:

•       Aline Schroeder – Rainha

•       Vanessa Wieggers – primeira Princesa

•       Cléria Konrad – segunda Princesa

Os integrantes da entidade lembram que o baile foi de grande sucesso e obteve um grande número de pessoas presentes, tendo sendo muito elogiado pela sociedade, em função da grande inciativa e qualidade do evento realizado apesar de poucos recursos.

Ao longo da trajetória da Associação sempre participou dos eventos realizados no município. Alguns exemplos são a EFACITUS, desfiles cívicos, construção da Gruta de Nossa Senhora Aparecida, jardinagem das ruas, enfeites natalinos, concurso de embelezamento de casas e jardins e participação em conselhos municipais. Além disso a associação promoveu vários cursos de formação, como cursos de culinária, artesanato, jardinagem, curso de reciclagem entre outros, tendo sempre como parceiras outras entidades como a AGROVISAT, Os Apicultores e os Vinicultores.

Atualmente, a sede da Associação Artesanal conta com o piso térreo que é usado como salão para exposição e venda dos produtos artesanais, bem como, a feira colonial dos produtores agroecológicos, e também a panificação que faz parte da entidade com uma cozinha industrial.

Público prestigiou o almoço festivo dos 20 anos. Foto: Vanduir Matias/Tunaporã

Os membros da Associação revelam que um dos maiores sonhos é a conclusão da sede, que será finalizada em estilo germânico, e terá um segundo piso destinado para cursos, palestras, trabalhos artesanais, e estudos.

Hoje a entidade conta com 25 sócios atuantes, sendo esta uma das poucas entidades do estado de Santa Catarina, que tem sua sede própria e que se mantém com recursos próprios, com a participação de todos os seus membros.

Os membros expressam muito orgulho por conseguir manter a entidade durante esses 20 anos, com muitas dificuldades financeiras e burocráticas, mas que com a união do grupo e a vontade de crescer foi possível superar quaisquer adversidades.

Com toda essa história, a diretoria e atuais sócios fazem questão de agradecer a todos os clientes, colaboradores e parceiros, e de forma especial aos ex-sócios que fizeram parte dessa caminhada.

No último sábado, dia 23, a Associação Artesanal de Tunápolis realizou um almoço no Lar dos Idosos, justamente com o intuito de celebrar e comemorar com os sócios e simpatizantes, esses 20 anos de lutas e vitórias de uma das entidades mais importantes que já fez muito, e continua fazendo pelo município de Tunápolis.

Almoço organizado pelo Restaurante Pauli. Foto: Vanduir Matias/Tunaporã

Veja fotos da matéria

Fonte: Rádio Tunaporã AM 1260

Mais notícias