16/02/2019 06:44

Administração de Descanso apresenta funcionamento de incentivos e propostas de melhorias no meio rural Prefeito anunciou ações em reunião com agricultores de linhas Cachoeirinha e Matão

Os serviços particulares com o uso de máquinas, equipamentos e caminhões públicos estão suspensos. O Governo de Descanso priorizará manutenção nas estradas e acessos às propriedades rurais. Para benefícios e incentivos, os agricultores podem ser contemplados através de serviços terceirizados pela Política Municipal de Desenvolvimento Rural - Qualidade de Vida no Campo, projeto de lei criado no ano passado pela Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente e provado pelo poder Legislativo.

O anúncio foi feito pelo prefeito Sadi Bonamigo na noite de quinta-feira, 14 de fevereiro, em reunião entre os agricultores de linhas Cachoeirinha e Matão, na comunidade de Cachoeirinha, que também teve a presença do presidente do poder Legislativo, o vereador Marcos Baldo. Ele destacou que o Município possui, a partir de agora, “as mínimas condições de estrutura (máquinas novas e outras consertadas) para manter estradas e acessos com mais qualidade”.

Conforme o agricultor Claudio Pereira, a proposta é boa, desde que seja cumprida. “Estamos esperando há muito tempo esses tipos de serviços. Os agricultores merecem esse apoio da Prefeitura (Município)”.

As estradas e acessos, que já recebiam melhorias, a partir de agora vão ser prioridade máxima. A forma de trabalho concentrado serão nos moldes em que alguns lugares foram beneficiados no passado, a exemplos de Gaúcha, Vorá e Vorazinho. Segundo o secretário de Transportes, Paulo Henrique Burin, enquanto uma equipe focará nos serviços nas duas comunidades, outros profissionais atuarão nos trechos para a chamada manutenção simples.

Política Municipal de Desenvolvimento Rural - Qualidade de Vida no Campo

Como o Governo de Descanso não mais disponibilizará máquinas, equipamentos e veículos nos serviços particulares, as famílias rurais podem requerer horas terceirizadas. A seguir alguns dos principais pontos de programas e incentivos a serem observados de acordo com a secretária de Agricultura e Meio Ambiente, Marlise Lovatel:

Programa Bônus Fiscal: Cada produtor terá incentivos de acordo com a sua faixa de movimento econômico, sendo que os valores podem chegar ao patamar de R$ 1.000,00, pela nova reformulação. O agricultor será beneficiado principalmente em horas máquinas, sementes de pastagens, transporte do calcário e exames de brucelose e tuberculose.

Incentivo para jovem rural: o jovem entre 18 a 29 anos pode requer serviços para melhorias de infraestrutura, mas precisa apresentar comprovantes de que reside na propriedade rural. Por ano são três horas de máquinas concedidas a título de incentivo. Esta é uma ação para garantir a permanência do jovem no meio rural.

Programa Porteira Adentro: o objetivo é proporcionar à adequação produtiva nas propriedades rurais com cascalhamento de arredores de aviários, pocilgas, estábulos e salas de ordenha. Além disso, ainda tem a possibilidade de receber serviços de terraplanagens e práticas de conservação do solo (terraceamento e curvas de nível), desde que tenha acompanhamento técnico.

Programa Leite Sustentável: o Município concede mudas de pastagens produzidas no Viveiro Municipal. Também orientará e prestará atendimentos veterinários através da homeopatia e fitoterapia.

Melhoramento Genético: subsídio de sêmen e nitrogênio aos produtores.

A lei ainda prevê, entre outras questões, o programa de incentivo ao sistema orgânico e agroecológico, e a recolha de lixo e materiais recicláveis.

Veja fotos da matéria

Fonte: Ascom Descanso

Mais notícias