30/01/2019 09:39

Vigilância Epidemiológica orienta população em caso de contato com taturanas A população que encontrar grande quantidade de lagartas pode entrar em contato com a saúde para que façam a recolha para fazer o soro antilonômico

No verão é comum o surgimento e o acidente com as lagartas taturanas, tipo lonomias. Ao tocarem em uma das lagartas os especialistas aconselham a busca urgente por atendimento médico, pois seu veneno pode levar a morte. 

Conforme a responsável pelo setor epidemiológico da saúde central de Descanso Edilene Lorenski, é importante saber diferenciar a taturana das demais lagartas.

“A taturana é uma lagarta marrom com uns pontos brancos nas costas e com espinhos em forma de uma arvorezinha verde, geralmente elas estão nos troncos das árvores durante o dia em forma de colônia, e a noite elas sobem para se alimentar.”

Ao encontrarem as taturanas Edilene aconselha a população para entrar em contato com a saúde para que esses façam a recolha para fazer o soro antilonômico, porém o número de lagartas precisa ser acima de 30 para que seja possível fazer o soro.

Em caso de contatos com a taturana é preciso ir ao atendimento médico, e se possível capturar uma dessas lagartas para que o médico possa estar avaliando esse inseto.

Veja fotos da matéria

Fonte: Rádio Progresso

Mais notícias